Home Saúde+ Alimentação do Idoso
Alimentação do Idoso PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

Uma boa alimentação é importante para qualquer etapa da vida. Os nutrientes (que constituem os alimentos) promovem o fortalecimento e manutenção dos ossos e músculos, e fornecem energia ao corpo.

Fazer uma dieta adequada ajuda a reduzir o risco de doenças (como diabetes, obesidade, desnutrição, doenças cardíacas, tensão arterial elevada, osteoporose e alguns tipos de cancro) e pode melhorar a qualidade de vida nas pessoas que sofrem de doenças crónicas.

 

Recomendações Gerais

  • Fazer uma alimentação variada e evitar comer demais
  • Começar as refeições com uma sopa ou acompanhar o prato com vegetais
  • Consumir líquidos em abundância, sobretudo a água
  • Moderar o consumo de doces, gorduras saturadas e bebidas alcoólicas
  • Consumir alimentos ricos em fibras (frutas, legumes, ...)
  • Comer regularmente (5 a 7 pequenas refeições)
  • Alimentar-se com calma, mastigando bem os alimentos
  • Ir ao dentista regularmente para prevenir problemas de mastigação ou desadaptação das próteses
  • Controlar o peso de forma a manter um estado nutricional equilibrado
  • Manter uma vida activa, praticando alguma actividade física diariamente

 

Recomendações especialmente importantes para as pessoas idosas

Embora necessite de menos calorias do que quando era jovem, necessita sempre dos mesmos nutrientes, em igual quantidade, excepto no caso do cálcio e vitamina D, cujas necessidades aumentam com a idade.

  • Inclua na sua alimentação, alimentos dos 7 grupos da Roda dos Alimentos, incluindo água.
  • Tome sempre o pequeno-almoço, evitando estar longos períodos em jejum. Esta refeição deve incluir sempre leite ou equivalente (1 chávena de leite equivale a 2 iogurtes naturais ou 2 fatias de queijo), pão ou cereais e fruta
  • Não faça intervalos entre as refeições superiores a 3 horas
  • Reduza o consumo de sal, substituindo-o por ervas aromáticas, especiarias, alho, louro, limão, ...) e evite alimentos ricos em sal (caldos instantâneos ou "cubos de carne")
  • Limite o consumo de açúcar refinado (o que faz parte dos bolos, sumos, doces...)

 

Fonte: Envelhecer com Saúde, Programa Nacional para a Saúde das Pessoas Idosas, DGS, 2006

 

Parcerias

Crédito Agricula Alcanhões

 

EDP

 

Empreendedorismo

 

DGS