Home Saúde+
Saúde+
Saúde + presente na Feira Social de Abrantes PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Quinta, 23 Maio 2013 10:25

Realizou-se nos, dias 11 e 12 de Maio, no Centro Histórico de Abrantes (edifício da antiga Rodoviária), a Feira Social com o objetivo de sensibilizar para a importância das redes sociais como forma de promoção da coesão social e promover o encontro e a partilha de projetos locais e/ou regionais de ação social. Estiveram presentes para mostrar o seu trabalho no terreno vários Conselhos Locais de Ação Social da região, as Comissões Sociais de Freguesia do Concelho de Abrantes e outras entidades, como o Banco Alimentar Contra a Fome de Abrantes e a União das Instituições Particulares Solidariedade Social do Distrito de Santarém.

Em representação do Conselho Local de Ação Social de Santarém esteve a nossa instituição com o Projeto Saúde +. Esta foi mais uma oportunidade de apresentar o trabalho desenvolvido ao longo dos três anos do projeto. Durante o certame, realizaram-se também rastreios nutricionais e alguns aconselhamentos aos interessados. O Centro de Bem Estar Social de Vale de Figueira, está muito sensibilizado pelo convite que nos foi feito possibilitando-nos uma participação em rede com grande sucesso para nós.


 

 
Disseminação na Reunião do Plenário do CLASS PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Quarta, 08 Maio 2013 15:38

A equipa do Saúde + já iniciou a disseminação do projeto. Desta vez, tivemos a honra de participar numa das reuniões do Plenário do CLASS onde pudemos apresentar os resultados da intervenção desenvolvida ao longo dos três anos.

 
Viva com Saúde +: Resultados do Projeto PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Quarta, 08 Maio 2013 15:23

 

 

O projeto Saúde + terá o seu termo no dia 17 de Maio de 2013, após 3 anos de luta contra a obesidade. Após este período de intervenção em que se desenvolveram várias atividades com o objetivo de prevenir e controlar a obesidade e diabetes nas freguesias de Vale de Figueira, Alcanhões, S. Vicente do Paúl e Pombalinho.

A nível das escolas, avaliaram-se 169 crianças, tendo-se verificado uma diminuição da percentagem de obesidade, acompanhada de um aumento da prevalência de excesso de peso. É de salientar que poderão existir fatores externos a influenciar este resultado, uma vez que as crianças avaliadas no início e no final não são as mesmas.

Nas escolas, interviu-se também a nível das merendas dos alunos, tendo-se verificado uma melhoria global da qualidade das mesmas após os 3 anos do Saúde +. Assim, verificou-se o aumento do consumo de pão, acompanhado da diminuição dos bolos. Também se verificou um aumento do consumo de laticínios, simultaneamente à diminuição dos refrigerantes/sumos. É ainda de salientar o facto de, apesar de continuar a ser bastante inferior ao esperado, o consumo de fruta aumentou após os três anos.

Nas instituições de apoio a idosos, houve uma melhoria global da qualidade alimentar, nomeadamente através da redução do teor de sal, redução da quantidade de pão às refeições, aumento da disponibilidade de hortofrutícolas (acompanhamento vegetal e fruta), diminuição da quantidade de gorduras e açúcares utilizadas na confeção das refeições, entre outras alterações.

Nas instituições, dos 76 idosos avaliados, 37 foram alvo da intervenção do Saúde + ao longo dos 3 anos. Através da análise dos seus resultados, verificou-se uma perda média de peso de 2,9kg, o que se traduziu numa redução da prevalência de obesidade em cerca de 26,7%. Por outro lado, houve um aumento da prevalência de excesso de peso de 29,7% para 45,9%, aumento este que pode estar associado à redução da obesidade e consequente redução de IMC para esta categoria.

No que respeita às consultas de nutrição, realizou-se um total de 577 consultas, das quais 430 foram de acompanhamento.

Para avaliar os resultados das consultas, consideraram-se os resultados dos utentes que compareceram a pelo menos duas consultas consecutivas com o objetivo de perda de peso, num total de 94. Nestes utentes, observou-se uma perda de peso média de 3,2kg, correspondendo a uma perda média de 4,1% do peso corporal total.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, para quem tem excesso de peso ou obesidade, uma perda de peso equivalente a 5% do peso corporal total está associada a uma diminuição significativa do risco de doenças cardiovasculares, diabetes, cancro, entre outras. Verificou-se que 37,2% dos utentes da consulta de nutrição atingiram uma perda de peso superior a 5% do seu peso inicial.

Receita

Feijoada de Chocos

Ingredientes:

 

  • 1kg chocos congelados
  • 700g feijão branco ou manteiga (ou duas latas de feijão cozido)
  • 4 tomates maduros picados
  • 3 cebolas pequenas picadas
  • 3 dentes de alho picados
  • 1 raminho de salsa picado
  • 1 folha de louro
  • 1 cálice de vinho branco
  • 4 colheres de sopa de azeite
  • Sal e pimenta q.b.
  • Água q.b.

 

Preparação:

Demolhe o feijão de um dia para o outro. Ferva água num tacho (de preferência numa panela de pressão) e coza o feijão demolhado.

Depois de cozido, escorra e reserve o feijão. Quando os chocos tiverem descongelado, corte-os em pequenas tiras e reserve. Entretanto coloque um tacho ao lume e junte o azeite, o vinho branco, as cebolas, os dentes de alho e os tomates e deixe cozinhar por 10 minutos.

Tempere com uma pitada de sal e pimenta e acrescente a salsa e o louro, misturando tudo muito bem. Em seguida junte as tiras de chocos e alguns feijões.

Tape o tacho e deixe cozer em lume brando por uns 15 minutos; depois de tudo estar bem cozido, junte o resto do feijão.

Se for necessário, retifique os temperos e sirva de seguida.


 

 

 
Viva com Saúde +: Alimentação e Saúde Oral PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Quarta, 24 Abril 2013 15:10

Os alimentos que ingerimos têm um papel fundamental na saúde dos dentes.

Os açúcares são os principais causadores de cárie dentária. A frequência e a quantidade total de açúcares que ingerimos estão diretamente associados a este problema, pelo que deve reduzir-se a sua ingestão, sobretudo ao deitar. Mesmo escovando bem os dentes, é difícil garantir que não permanecem vestígios de açúcar na boca. Além disso, como a produção de saliva diminui, a proteção e autolimpeza promovida pela saliva e língua é menor.

Alguns alimentos contêm açúcares escondidos na sua composição, nomeadamente os sumos e refrigerantes, ou alimentos processados como bolachas, biscoitos, bolos, cereais de pequeno-almoço, iogurtes, entre outros. Daí que seja fundamental ler atentamente o rótulo dos alimentos de modo a detetar e evitar os alimentos que contenham elevadas concentrações de açúcar. Na lista de ingredientes, o açúcar surge muitas vezes disfarçado com outros nomes: açúcar amarelo, açúcar mascavado, sacarose, glicose, dextrose, frutose, maltose, maltodextrinas, mel, xaropes de glicose, de milho, entre outros.

O leite e os seus derivados (não açucarados) têm um papel protetor contra a cárie dentária. Apesar de conter lactose (açúcar naturalmente presente na sua composição, o leite contém também compostos (como o cálcio, fósforo, caseína) que inibem as lesões dos dentes.

As pastilhas elásticas sem açúcar contêm adoçantes na sua composição (ex. xilitol, sorbitol) que não provocam a cárie dentária. O xilitol tem sido associado a efeitos benéficos para os dentes, nomeadamente à inibição do crescimento de algumas bactérias, contribuindo para a prevenção da cárie dentária. Além disso, embora não substitua a escovagem dos dentes, mascar uma pastilha sem açúcar a seguir a uma refeição ajuda a estimular a produção de saliva e promove uma autolimpeza dos dentes.

 

Receita

Arroz com Delícias do Mar e Ervilhas

Ingredientes:

  • 150g de arroz integral
  • 250g de delícias do mar
  • 100g de rebentos de soja
  • 100g de ervilhas cozidas
  • Azeite virgem
  • Ervas aromáticas frescas
  • Sal

Preparação:

Coza o arroz em água a ferver com sal durante 18 minutos (por se tratar de arroz integral, deve utilizar-se o triplo do volume de água do que o necessário para o arroz normal). Retire-o do lume e passe por água fria, para não cozer demasiado nem ficar empapado.

Coloque uma frigideira antiaderente com um pouco de azeite ao lume e salteie os rebentos de soja. Pique as delícias do mar finamente e junte-as à frigideira com os rebentos de soja.

Deixe cozinhar e, em seguida, acrescente as ervilhas cozidas ao preparado anterior. Salteie a mistura.

Por fim, junte o arroz previamente cozido e mexa bem para incorporar todos os ingredientes. Prove e retifique os temperos.

Tempere o arroz com ervas aromáticas a gosto, picadas muito finamente e sirva-o morno ou à temperatura ambiente.

Fonte: Sapo Saúde

 
Viva com Saúde +: Embalagens de Alimentos PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Quarta, 10 Abril 2013 13:36

A embalagem dos alimentos desempenha várias funções:

  • Proteção – oferece proteção contra danos físico-mecânicos que ocorrem no circuito de transporte e distribuição, como choques e impactos, vibração e compressão, fruto do empilhamento das embalagens.
  • Conservação – a embalagem dos produtos deve prolongar o seu tempo de vida útil, isto é, manter as caraterísticas físicas, químicas, microbiológicas e organoléticas dos produtos pelo período de tempo requerido.
  • Informação – A embalagem é o principal suporte de informação sobre o produto quer a nível da distribuição e venda, quer ao nível do consumidor.
  • Serviço – a embalagem é também muito importante na perspetiva da utilização e consumo final do produto. Por exemplo, embalagens de abertura-fácil (latas de conserva), fecho entre utilizações (que permite uma melhor conservação do produto quando ele não é consumido de uma vez só), a possibilidade de aquecer ou mesmo cozinhar o produto dentro da própria embalagem e a utilização em fornos micro-ondas (que levanta questões relacionadas com os materiais em contato com os produtos, quando sujeitos a elevadas temperaturas).

 

Conselhos relacionados com a utilização de embalagens e outros materiais em contato com os alimentos:

  • Usar as embalagens e os materiais (caixas plásticas, utensílios, película aderente, etc.) sempre de acordo com as instruções;
  • Respeitar as condições de temperatura, i.é, não usar embalagens ou outros materiais para aquecer ou preparar alimentos, a não ser que isso seja expressamente indicado;
  • Não usar as embalagens retornáveis nem as embalagens recicláveis, para outros produtos, principalmente para produtos não alimentares ou perigosos, como lixívia, detergentes, diluentes, etc.
  • Não usar garrafas de cristal para armazenamento prolongado de bebidas; preferir a sua utilização decorativa, ou para períodos curtos de contacto, como por exemplo,
  • numa festa;
  • Evitar usar película aderente para aquecer comida no microondas; usar os tapa-pratos próprios para ir ao microondas;
  • Usar a película aderente para acondicionar comida a baixas temperaturas e para produtos não gordos, a não ser que a embalagem da película refira explicitamente o contrário;
  • Usar os utensílios de cozinha (colheres, espátulas, etc.) de acordo com as instruções e respeitar as condições máximas de temperatura indicadas;
  • Usar utensílios de madeira, só se em bom estado, isentos de fendas, farpas e outros sintomas de deterioração física;
  • Não guardar alimentos nas embalagens metálicas após abertura; preferir um recipiente não metálico e com tampa.


Receita
Tostas de Sardinhas e Tomate
Ingredientes:

 

  • 4 fatias de pão
  • 125 g de sardinhas de lata
  • 1 dente de alho cortado ao meio
  • 2–3 tomates maduros mas firmes
  • Sal e pimenta-preta
  • Azeite
  • Manjericão
  • Sumo de limão ou vinagre balsâmico (facultativo)

Preparação:
Torre quatro fatias grossas do pão e esfregue um dos lados das fatias com o dente de alho. Corte o tomate aos bocadinhos, distribua pelas fatias de pão, tempere e regue bem com azeite. Escorra as sardinhas e ponha sobre o tomate. À volta, enfeite com folhas de manjericão. Salpique com algumas gotas de sumo de limão ou de vinagre balsâmico.

 

 

 

 

 

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 2 de 34

Parcerias

Crédito Agricula Alcanhões

 

EDP

 

Empreendedorismo

 

DGS